25 Novembro 2014

em modo AzEitOnA


 com o mês de dEzEmbrO à porta, não há pinheirinhos sem AzEitOnAs por perto. por estes dias além de andar com a cabeça na 4ª Edição do Calendário do Advento, as mãos percorrem com a agulha alguns quilómetros de tecido. no atelier, em casa, continuo em modo AzEitOnA. sempre com o Matias por perto muito atento a olhar os fios que passam daqui para ali, dali para aqui... e de vez em quando uma AzEitOnA desaparecesse.

21 Novembro 2014

com o natal à porta!


 com o natal à porta algumas das minhas personagens de pano fizeram as malas e seguiram viagem. OVAR, AVEIRO e LEIRIA, são alguns dos lugares que vão receber, no mês de dezembro, algumas das minhas criações. 

 no Atelier em BRAGA estou a preparar um Showroom com oportunidades fantásticas para ti. desde 2005 que me dedico à criação de personagens de olhar atento e sonhador. algumas dessas peças, ainda guardadas em caixas, saltaram cá para fora e vão ser excelentes oportunidades de natal. no entanto estão limitadas ao stoque por isso não te demores muito! 

05 Novembro 2014

desta "árvore" semeei as primeiras histórias à janela...



 hoje, a campainha do meu espaço Janela Adentro [uma história à janela] tocou. tinha passado alguns minutos a fotografar a minha Mostera mais vulgarmente conhecida como Costela de Adão. descobri este outro belo exemplar numa revista e parecia que estava a olhar para a minha “árvore de casa”. de outros objectos que cuido, esta planta continua a ser aquele “objecto” especial. é aquele que mais se terá enraizado em mim. aquele que é como se fosse parte de mim. oferecida pela tia, é desde esse dia, aquele “objecto” que precisa de um cuidar diferenciado da maioria dos outros objectos que cuido de outros jeitos. e esta “árvore” continua a ser inegavelmente a protagonista neste salão, apesar da beleza do próprio lugar que a acolhe. se alguns se lembram, “A Árvore do Advento” deu nome à 1ª Edição do Calendário do Advento. foram as primeiras 24 histórias que espreitaram através desta janela. foram as primeiras sementes lançadas nesta janela e eis que ganharam raízes e este ano celebramos o 4º Calendário do Advento. 

 minutos depois de pousar a revista, a campainha tocou. era alguém que me devolvia umas sementes. assim que cheguei a casa e comecei a passar as imagens que havia feito de alguns dos apontamentos registados com a máquina fotográfica reparei na ligação destas imagens. a planta. a terra. as sementes. curioso como o tema “terra” tem sido recorrente nas memórias e nos assuntos tratados nos últimos tempos. alguns podem achar que estou louca. achar que na minha mão tinha sementes. como disse ainda por estes dias, nem todos são capazes de entender estas coisas. a leitura do mundo à nossa volta pode ser feito de variadas formas, eu continuo a preferir esta forma de o ver, de o sentir e de o partilhar. 

[da imagem da revista, já que já tenho a planta, gostaria de ter uma lareira ou uma salamandra para me aquecer nos dias de frio que já se fazem sentir também por aqui ]

na casa vazia da avó...


 quando regressamos aos lugares onde as pessoas existiram um dia percebemos que elas permanecem vivas nas memórias dos lugares e dos objectos. por isso procuro resgatar alguns objectos e continuo a cuidar deles. fazem parte de mim de formas que nem todos são capazes de entender.

 antes de vir embora da casa vazia da avó e antes de fechar a persiana despertei de novo o olhar com este tapete. já vi projectos de tapetes e paredes que ao serem esborrifadas de água criam pequenos jardins. a natureza cria todas as possibilidades, nós recriamos apenas aquilo que às vezes somos capazes de ver através dela. aqui fica este belíssimo apontamento para lembrar do dia em que muitos recordaram aqueles que já partiram.

 deixei o tapete no mesmo lugar onde o fui encontrar desta forma, em simbiose perfeita com o elemento natural, e espero re-descobrir nele a magia na próxima visita à casa da avó e que afinal continua viva.

04 Novembro 2014

OFICINA I Boneco de Pano para ofereceres este NATAL


 À volta da mesa de trabalho do meu estúdio já reúne algumas pessoas para esta Oficina de Criação de um Boneco de Pano feito à mão. Algumas participantes entraram com receio de pegar nas linhas e na agulha, outras não iam com muita esperança de alguma vez conseguirem fazer um boneco a sério, outras confessaram que já tinham experimentado antes mas que era sempre um desafio e uma experiência nova. Uma coisa tinham todas em comum, a vontade de tentar porque queriam muito regressar a casa com um novo amigo de pano.

 E porque há sempre alguém que não pode naquele dia e no outro, outros que só descobrem agora ou só agora ganham coragem, para qualquer uma das razões que possam existir, aqui fica mais esta oportunidade.

 Neste natal laça um desafio a ti mesma e sê tu a criar um boneco de pano feito à mão para surpreender alguém especial. Ao pé do pinheiro vais colocar um embrulho que alguém vai abrir à meia noite do dia 24 de dezembro. Lá de dentro vai saltar um boneco de pano feito por ti. Quem o receber vai dizer: “É o melhor presente de natal que alguma vez recebi!”.

inscrições. janelaadentro@gmail.com

28 Outubro 2014

uma janela encantada da cidade


Quando um olhar atento descobre uma janela encantada na cidade de Braga.

Para muitos poderá ser somente uma janela da cidade, para outros a magia acontece quando o olhar é desperto pelos objectos e pelas histórias que povoam as janelas do meu estúdio. A primeira vez que entrei naquele salão e olhei as enormes janelas voltadas para a rua deslumbrei-me com a sua grandiosidade e pela luz natural que entrava janela adentro e pintava de tons de dourado o chão de madeira. Nesse instante percebi que essas janelas iam sorrir para a rua da cidade de Braga. Noutros tempos, noutros lugares já havia transformado as janelas das minhas salas de trabalho como montras de exposição habitadas pelas silhuetas e pelos olhares misteriosos das minhas personagens. De duas pequenas janelas numa casinha pequena que mais parecia uma casinha de bonecas, a partir deste novo instante as janelas haviam crescido e se multiplicado. Fez sentido pensar num novo projecto, chamei-lhe Janela Adentro [uma história à janela].

Desde então este projecto tem vindo a conquistar muitos sorrisos e os olhares mais atentos que vivem, passeiam ou simplesmente visitam a cidade. Esta ideia de partilhar a minha janela com outros artistas acontece desde 2011. Foi aliás em dezembro desse ano que desafiei pela primeira vez 24 autores para habitarem cada uma das vidraças das minhas janelas a fim de juntos recriarmos um Calendário do Advento.

Todos os anos as ruas da cidade se iluminam com as decorações natalícias e esta janela transforma-se com vista para a Rua de Santo António da Praça a qualquer hora do dia e da noite. De 1 de dezembro a 6 de janeiro vem descobrir esta Instalação Colectiva. Os convites para esta 4ª Edição já começaram há uns meses. Há meses que a atenção e o entusiasmo está voltado para esta iniciativa.  Desde o início de outubro que me tenho sentido uma agente imobiliária a assinalar as vidraças da minha janela com os habitantes desta edição para o Calendário do Advento. Os convites começaram a ser feitos e embora vizinhos já com presença habitual nesta iniciativa, existem autores novos e de todos eles pela primeira vez duas participações estrangeiras. Mais uma vez juntos desejamos inspirar e encantar os olhares curiosos que passeiam pelas ruas da cidade de Braga.

De 1 a 24 de dezembro, vem descobrir em pormenor os autores, os objectos e as histórias que habitam cada um dos dias deste Calendário. É aliás através do Blog e da página de Facebook que podes seguir e descobrir por dia e em pormenor, exactamente à meia noite, cada uma destas janelas. São 24 histórias que nos irão encantar. São 24 autores para conhecer.

Eu partilho orgulhosamente este projecto com a cidade de Braga e com tantos outros lugares e pessoas pelo mundo que seguem este projecto à distância de um clique. A todos os artistas e autores que participam nesta edição aqui fica um enorme abraço e até breve. Faltam exactamente 34 dias para inaugurarmos este fantástico Calendário do Advento. Nesse dia veste um casaco bem quente e confortável e vem ao nosso encontro nesta rua da cidade para juntos espreitarmos e descobrirmos esta janela encantada.

Atenção. Existe uma janela neste calendário que ainda pode ser habitada por ti. Foi lançado o passatempo "A tua Carta".  A data para o envio das cartas em forma de história, postal, desenho ou simples apontamento criativo, inicialmente era até dia 31 de outubro mas podem agora ser enviadas até dia 15 de novembro para o seguinte endereço: Vânia Kosta (Janela Adentro), Rua de Santo António (Praça do Município), nº11, 1ºandar, 4700-000-Braga

30 Setembro 2014

uma enorme aventura a viver dentro de um livro-objecto


 por estes dias super concentração e dedicação para conceber este livro-objecto que irá apresentar o universo de criação artística (cenários, figurinos e personagens) que irei conceber para um novo projecto que me foi lançado por uma Companhia de Teatro. recebi o convite com entusiasmo e o desafio lançado será desenvolvido ao longo de várias etapas.

 em tempos desenvolvi projectos para o teatro mas este marca sem dúvida uma nova etapa na minha vida diferenciada pela maturidade estética e técnica adquirida ao longo destes anos de trabalho. é muito bom acreditarem em nós para uma aventura como esta e graças a estes projectos posso continuar a caminhar pelos trilhos que elegi. fazer do caminho das "artes" a minha forma essencial de vida.

 [embora entusiasmada e feliz não consigo deixar de fazer esta pequena anotação. esta é e sempre será a minha forma essencial de vida, uma forma de vida tão válida e "séria" como qualquer outra actividade profissional. porque nos tempos que correm ainda existem pessoas que acham que só estamos a ocupar o tempo... esta foi a minha opção. tive outras tão "sérias" quanto esta mas escolhi este caminho e este é o meu trabalho. é ele que me traz comida para a mesa. não vivo de ar e vento e não faço isto só para ocupar o tempo. licenciei-me e continuo a investigar, a pesquisar, a aperfeiçoar as técnicas de trabalho. dedico a minha vida a tudo isto de corpo e alma e procuro ser fiel a mim mesma como artista e à forma como percepciono o mundo à minha volta. desculpem esta pequena nota em forma de desabafo porque às vezes sinto-me cansada de escutar as mesmas coisas ou pior de nos fazerem sempre os mesmos pedidos esperando tudo em troca de nada. obrigada a todos que acreditam no valor e na qualidade do que fazemos e nos entregam nas mãos trabalhos que nos permitem continuar em frente.]

22 Setembro 2014

por cima da minha cabeça...


 ontem o céu esteve simplesmente assombroso. belo. quem não viu? um arco-iris quase a formar-se além... as cores e a luz do céu simplesmente extraordinárias. o sol que pousava no lado oposto da luz que brilhava com intensidade por detrás daquelas nuvens. fiquei assim de cabeça para cima a contemplar este cenário. e eu estava bem por debaixo dele. preparei algumas imagens para partilhar na minha galeria. não tenho uma grande máquina fotográfica mas tenho uma óptima máquina fotográfica. um dia quero ter uma máquina a sério. já disse isso tantas vezes. já me disseram isso tantas vezes. mas esta será sempre a minha primeira máquina fotográfica (digital) e com a qual já fiz fotografias fabulosas e que adoro! 

[I don't have a big camara but i have a great camara!]